77.3 F
New York
Tuesday, July 23, 2024

6 raças de cães proibidas ao redor do mundo

O American Bully XL entrou para a lista de animais banidos no Reino Unido após uma série de ataques. Conheça outras raças proibidas pelos países.

- Advertisement -spot_imgspot_img

Recentemente, o Reino Unido baniu a raça de cães American Bully XL no país. A raça foi considerada um “perigo para a comunidade” após uma série de ataques nos últimos anos – incluindo dois fatais, contra um homem de 52 anos e uma criança de 10.

Na terra do rei, seu cão pode ser apreendido pelo governo caso seja de uma das raças proibidas – mesmo que ele não apresente  qualquer comportamento agressivo ou reclamação da vizinhança. O cão não é sacrificado de imediato, mas você deve passar por um julgamento e provar que seu animal de estimação não é uma ameaça. Depois, o bichinho precisa ser castrado e registrado como “permitido” no país – além de andar sempre de focinheira, coleira e com chip.

Os animais da raça Bully XL se juntam a uma lista de outros cães banidos no Reino Unido. Confira abaixo, outras raças banidas em países ao redor do mundo:

Pit Bull Terrier

O pit bull é banido ou possui restrições em cerca de 24 países, como Reino Unido, Espanha, Rússia, Argentina, Itália e Nova Zelândia. Outros países têm leis que regulam a adoção desses cães. É o caso dos Estados Unidos, Austrália, Alemanha, Japão e Brasil – por aqui, eles precisam usar focinheira e devem ser castrados.

A raça foi criada para ser um cão de guarda, por isso é comum que ele carregue o estereótipo agressivo. Eles são conhecidos pela sua força e robustez de sua mordida. Por causa de seu físico atlético e alta energia, é preciso passear bastante para mantê-lo saudável. Os machos costumam ser maiores, chegando a medir quase meio metro e pesar 20 quilos.

Dobermann

Doberman é banido em alguns países do leste europeu, além da Irlanda e de algumas partes dos EUA, que restringem a circulação da raça.

Assim como o pit bull, ela foi criada como cão de guarda. Por causa de seus instintos protetores e pouca amistosidade com estranhos, eles costumam ser mal vistos. Sem o devido treinamento, seus instintos mais agressivos podem ser aflorados. Especialistas recomendam iniciar a socialização e convivência entre humanos logo quando filhote.

Rottweiler

O Rottweiler é banido na Espanha, França, Itália, Romênia, Portugal e Equador. Recentemente, a Austrália entrou em debate sobre o banimento da raça depois que uma mulher e um homem foram hospitalizados após serem atacados. Em fevereiro, uma criança de 5 anos morreu no estado de Nova Gales do Sul.

Os motivos são basicamente os mesmos das três primeiras: a raça, usada como cão de guarda, é vista como agressiva. 

Bulldog Inglês

Essa raça de cães foi proibida na Noruega por um motivo diferente: os riscos desses bichinhos desenvolverem doenças é tão alto que vai contra as leis de proteção animal no país. Cachorros dessa raça apresentam vários problemas respiratórios devido ao seu focinho achatado.

Tecnicamente, tudo bem você ter um desses cães como pet ou trazer para o país, já que a proibição é para o cruzamento. Atualmente, a lei foi suspensa e passa por avaliações adicionais.

Tosa Inu

raça japonesa é banida em 18 países, como Reino Unido, Dinamarca e França. Ela foi criada para ser utilizada em brigas de cães e, por isso, seu banimento também é uma forma de atrapalhar a prática ilegal. 

A raça de grande porte pode ser paciente e tranquila, mas apresentar comportamentos destrutivos se não for educada corretamente. Ele também é bem territorialista, o que pode ser um problema se tiver outros cães em casa.

No fim das contas, tudo vai depender da personalidade do bicho e da eficácia do adestramento. Independente da raça do cachorro, é preciso educá-lo da maneira correta.

- Advertisement -spot_imgspot_img

Latest news

- Advertisement -spot_img

Related news

- Advertisement -spot_img

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here